NEM CIRO NEM HADDAD, VOTOS DE LULA VÃO PARA HUCK

Apresentador Luciano Huck, ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad – Fotos: Divulgação

Caso o ex-presidente Lula seja condenado em segunda instância e seja impedido de disputar a Presidência da República, seus votos não iriam nem para Ciro Gomes (PDT) nem para Fernando Haddad (PT), possíveis nomes de um plano B dos petistas. Pasmem, quem seria beneficiado com a preferência dos eleitores lulistas é o apresentador Luciano Huck.

De acordo com o site O Antagonista, uma pesquisa inédita realizada em agosto, mostrou que num cenário sem Lula, o global herda entre 40% e 60% de seus votos, sobretudo entre os mais pobres.

Nesta quarta-feira (18/10), em seu artigo publicado na Folha, Luciano Huck nega que seja candidato ao Planalto: “Reafirmo que continuo achando que, de onde estou, fora do dia a dia da política, minha contribuição pode ser mais efetiva e relevante”, afirma.

Mas declara que apoiará movimentos da sociedade civil que se organiza para atuar na política:

“Tenho pensado, lido, refletido e ouvido muita gente sobre os melhores caminhos para tirar o Brasil desta triste situação em que nos encontramos. Os caminhos divergem, mas nunca vi tanta gente genuinamente empenhada em contribuir e se envolver. Como já me comprometi publicamente antes, quero e vou participar deste processo de renovação política no Brasil”, disse.

Leia o artigo na íntegra AQUI.