APÓS AMEAÇA DE BOLSONARO, GLOBO ESCANCARA “NEPOTISMO” DO DEPUTADO

Na tentativa de querer ampliar seus votos entre os que não se simpatizam com as Organizações Globo e para não deixar Lula monopolizar o discurso sobre a imprensa – o ex-presidente petista está prometendo, pela milésima vez, regular a mídia, caso consiga concorrer às eleições e seja eleito -, o polêmico deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse essa semana que, em seu eventual governo, irá reduzir o máximo possível as verbas publicitárias para o grupo de comunicação dos Marinhos.

Pois bem. O troco veio à galope. O jornal O Globo escarafunchou o passado político do pré-candidato presidencial e publicou neste domingo (3) que Bolsonaro e seus filhos empregaram, nos últimos 20 anos, uma ex-mulher do parlamentar e dois parentes dela em cargos públicos em seus gabinetes.

Embora a matéria tenha ressaltado que esses casos não podem ser tecnicamente enquadrados como nepotismo, pois essas nomeações da família Bolsonaro ocorreram antes de 2008, ano em que a contratação de parentes foi normatizada por uma súmula do Supremo Tribunal Federal, o fato é que essa reportagem comprometeu o discurso do candidato sobre a sua propalada “pureza” no meio político.

Penso que Bolsonaro deveria ficar mais atento com relação às suas bravatas.

Outrossim, espero que O Globo não escarafunche apenas o passado político de Bolsonaro, por conta de uma ameaça.

Que o jornal traga também mais informações desconhecidas do público sobre os outros presidenciáveis. Os eleitores agradecem!

Veja AQUI a matéria do Globo desde domingo sobre o “nepotismo” da família Bolsonaro.

Uma ideia sobre “APÓS AMEAÇA DE BOLSONARO, GLOBO ESCANCARA “NEPOTISMO” DO DEPUTADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *