GOSTOU DA CONDENAÇÃO DE 45 ANOS, SÉRGIO CABRAL? OU: VALEU A PENA ROUBAR MILHÕES DO ESTADO DO RIO?

Ex-governador Sérgio Cabral – Foto: Geraldo Bubniak / O Globo

Já condenado pelo juiz Sérgio Moro a 14 anos e 2 meses de prisão por recebimento de R$ 2,7 milhões em propinas das obras de terraplanagem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), o ex-governador Sérgio Cabral foi condenado novamente nesta quarta-feira (20/09) por conta de seu assalto aos cofres públicos do Estado.

Dessa vez, Cabral foi condenado pelo juiz Marcelo Bretas (da 7ª Vara Federal Criminal do Rio) a 45 anos e 2 meses de prisão na Operação Calicute.

“Principal idealizador dos esquemas ilícitos perscrutados nestes autos, o condenado Sérgio Cabral foi o grande fiador das práticas corruptas imputadas. Em razão da autoridade conquistada pelo apoio de vários milhões de votos que lhe foram confiados, ofereceu vantagens em troca de dinheiro. Vendeu a empresários a confiança que lhe foi depositada pelos cidadãos do Estado do Rio de Janeiro, razão pela qual a sua culpabilidade, maior do que a de um corrupto qualquer, é extrema”, afirmou o juiz federal Marcelo Bretas, na sentença.

O magistrado ainda vai julgar outros 12 processos em que o ex-governador é réu.

E a ex-primeira-dama do Rio Adriana Ancelmo foi condenada a 18 anos e três meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e de pertinência à organização criminosa.

E aí, Sérgio Cabral, valeu a pena desviar milhões dos cofres públicos e prejudicar milhares de cidadãos fluminenses? Taí o preço de sua ambição desmedida!

Estes são os novos tempos do Brasil!

ELOGIO DE LULA A PALOCCI DÁ CREDIBILIDADE AO DEPOIMENTO DO EX-MINISTRO PETISTA

Ex-presidente Lula e seu ex-ministro Palocci – Foto: Reprodução

Foi bombástico e demolidor o depoimento do petista Antônio Palocci ao juiz Sérgio Moro sobre o ex-presidente Luiz Inácio da Silva, na última quarta-feira (06/09). Tanto os políticos quanto os militantes petistas ainda estão zonzos com as revelações devastadoras feitas pelo ex-ministro de Lula e Dilma à Justiça.

E não adianta a militância do PT tentar tentar desqualificar nas redes sociais as palavras de Palocci –  cobrando-lhe provas por meio de documentos, vídeos, áudios e imagens – , pois essa estratégia é totalmente frágil e capenga.

Como é que o ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma poderia imaginar que seria preso pela Lava Jato no futuro?

Mas, caso sua delação seja aceita, com certeza, Palocci deverá apresentar alguns documentos que corroborem com seus relatos. Para o depoimento de quarta-feira passada, não havia necessidade de apresentação de provas.

No entanto, por conta de ele ter sido figura-chave do PT, seu depoimento ganhou ares de tsunami político: não só implodiu a defesa de Lula, como também arrebentou com a candidatura do ex-presidente ao Palácio do Planalto, em 2018. Assista AQUI as revelações devastadoras de Palocci sobre a corrupção nos governos Lula e Dilma.

E, de acordo com as palavras de Lula registradas no vídeo abaixo, em abril deste ano, mesmo tentando mostrar que não há proximidade entre ele e Palocci, o ex-presidente deixa claro que seu ex-ministro da Fazenda é um homem sério e confiável. Sendo assim, a meu ver, não há motivos para desconfiar de seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, não é mesmo? Confira:

VOTAÇÃO DE TEMER: OPOSIÇÃO TAMBÉM FOI BENEFICIADA COM EMENDAS PARLAMENTARES

O teatro da oposição no dia da votação da denúncia de corrupção contra Temer, na Câmara Federal – Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo

Desde o dia 2 de agosto de 2017 – data em que foi arquivada na Câmara Federal a denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer -, tenho visto inúmeras críticas nas redes sociais contra os deputados que votaram a favor do presidente. É um tal de vendido daqui, comprado pra lá, entre outras acusações.

Agora, o que tem me chamado a atenção é que eu não vi, até o momento, comentários, críticas e muito menos a imprensa citar os deputados da oposição que foram também beneficiados com as polêmicas emendas parlamentares relacionadas à votação que salvou Temer na semana passada.

E a pergunta que não quer calar é: por que a oposição não foi às ruas no dia considerado decisivo para pressionar a Câmara a votar contra o presidente?

Será que o sumiço das esquerdas das ruas no dia 2 de agosto está relacionado à essas emendas parlamentares? Tirem suas próprias conclusões.

Confira AQUI a lista completa de como votou e quanto recebeu em emenda parlamentar cada deputado.

AS PESQUISAS DIZEM A VERDADE SOBRE A REJEIÇÃO DE TEMER?

Silêncio das ruas revela que o presidente Temer não é tão rejeitado como mostram as pesquisas – Fotos: Internet (divulgação)

O dia 2 de agosto de 2017 – votação na Câmara que arquivou a denúncia de corrupção contra Temer – vai entrar para a história do país como a data mais controversa da política brasileira.

A julgar pelos diversos institutos de pesquisas que apontavam até então Michel Temer como o presidente mais rejeitado e impopular do Brasil, o que vímos na última quarta-feira foi uma enorme contradição entre o que as pesquisas mostram e a reação do povo nas ruas.

A pergunta que não quer calar é: se Temer é o presidente mais rejeitado do país como dizem as pesquisas por que, então, ninguém foi às ruas no dia considerado decisivo para pressionar a Câmara a votar contra ele?

Vale destacar que não só o POVO, como também o PT, PSOL, CUT, MST e outros movimentos sociais e esquerdistas não foram às ruas para se manifestar contra o presidente. Nem mesmo, lá em Brasília, em frente ao Congresso, houve protesto.

O que se viu no dia 02 de agosto de 2017 foi um silêncio ensurdecedor em todo o país.

Com isso, as pesquisas sobre a rejeição do presidente foram colocadas em xeque. Das duas, uma: ou as pesquisas erraram feio ou Temer “comprou” a nação inteira. Tirem suas próprias conclusões.

DELAÇÃO DE EIKE BATISTA PODE MELAR CANDIDATURA DE EDUARDO PAES AO GOVERNO DO RIO

Ex-prefeito Eduardo Paes, Eike Batista e ex-governador Sérgio Cabral – Foto: Divulgação

Eduardo Paes (PMDB) nega veementemente, mas de acordo com nota publicada pela coluna do jornalista Lauro Jardim, neste domingo (23), um dos anexos da delação de Eike Batista (ainda em negociação) fala de caixa dois para a campanha de reeleição do ex-prefeito do Rio de Janeiro, em 2012.

Se o ex-bilionário carioca provar o que pretende revelar, candidatura de Paes ao governo do Rio pode ser prejudicada.

APÓS CONTA COM R$ 9 MILHÕES, ATOS PRÓ-LULA VIRAM FIASCOS EM TODO O PAÍS

No Rio, o ato reuniu cerca de 500 pessoas na Cinelândia – Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo

Na semana passada, após a divulgação da sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Lula a 9 anos e 6 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, militantes petistas e movimentos sociais prometeram lotar ruas e avenidas pelo país afora para apoiar Lula e atacar a Lava Jato.

Pois bem, ontem (20/07), esse pessoal foi às ruas, mas o que se viu nos atos pró-Lula foi uma decepção só. O número de participantes ficou muito, mas muito aquém do esperado.

Em São Paulo, onde a Avenida Paulista é palco de grandes manifestações políticas, os simpatizantes de Lula ocuparam menos de um quarteirão. Na última vez em que o ex-presidente participou de um ato político no local, na greve geral do dia 15 de março, o público que acompanhou o discurso do líder petista ocupou cerca de cinco quarteirões da Paulista.

No Rio, o ato de ontem reuniu cerca de 500 pessoas na Cinelândia. Em outros estados, o número foi tão ínfimo que nem foi divulgado pelos organizadores e imprensa em geral.

Comenta-se que o bloqueio de R$ 9 milhões em conta de previdência privada de Lula foi um balde de água fria em cima dos que pretendiam se solidarizar com o ex-presidente.

Parece que agora ficou difícil sair em defesa de Lula, dizer que ele é um pobre coitado, um injustiçado e vítima de perseguição política.

Em São Paulo, o ato pró-Lula atraiu aproximadamente 3 mil pessoas na Avenida Paulista – Foto: Amanda Perobelli / Estadão

“ELE É UM PERSONAGEM DE IMPORTÂNCIA INTERNACIONAL”, DIZ XUXA SOBRE FOTO DE MORO EM UM TREM DE PORTUGAL

Conferência com a participação do juiz Sérgio Moro foi realizado em maio passado, mas propaganda do evento continua sendo veiculada nos trens da linha Lisboa-Cascais – Foto: Internet

A apresentadora de TV Xuxa Meneghel se sentiu orgulhosa ao deparar-se com uma imagem do juiz Sérgio Moro numa publicidade veiculada em um trem de Portugal sobre a 5ª edição das Conferências de Estoril, realizada no mês de maio deste ano, em Cascais. Com a mensagem “Estamos a mudar o mundo”, o evento reuniu especialistas de diversas partes do mundo na bela cidade portuguesa.

“Em Portugal, num vagão de trem, dentre as fotos de pessoas que estão mudando o mundo, está a foto do juiz Sérgio Moro, ou seja, ele é um personagem de Importância Internacional. Temos que fazer essa foto viralizar geral na internet. Minha admiração e gratidão por este grande ser humano”, disse a eterna Rainha dos Baixinhos.

“O Brasil está dando passos sérios e firmes no enfrentamento da corrupção sistêmica e não há nenhuma vergonha nesse tipo de ação”, destacou Moro no evento.