COMPERJ PODE VIRAR “NEGÓCIO DA CHINA”

Por conta de empreiteiras envolvidas na Lava Jato, obras do Comperj estão paralisadas desde 2014 – Foto: Divulgação

Prometido como futuro maior polo petroquímico do país, que transformaria Itaboraí e algumas cidades da Região Leste Fluminense em um Eldorado de prosperidade, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) – atualmente com obras paralisadas por conta das empreiteiras do empreendimento estarem envolvidas no caso de corrupção revelado pela Operação Lava Jato – pode virar um negócio da China.

A Petrobras anunciou hoje que a construção do Comperj será concluída em parceria com a gigante chinesa CNPC – maior corporação integrada de Óleo e Gás (O&G) da China e presente em mais de 70 países: com atividades nos setores de upstream, midstream, downstream, marketing e comercialização, prestação de serviços petrolíferos, engenharia, construção e fabricação de equipamentos.

No entanto, o comunicado afirma apenas que foi assinado um memorando de entendimentos para iniciar negociações para a realização de uma parceria estratégica.

A construção da refinaria do Comperj não consta do Plano de Negócios da Petrobras 2017/21, para a qual a estatal buscava um parceiro. O único projeto do Comperj neste momento da Petrobras é a construção da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN), destinada a receber e processar o gás natural que será produzido no pré-sal, que será feita com investimentos próprios da Petrobras da ordem de US$ 2,5 bilhões a US$ 3 bilhões.

O memorando de entendimentos para a parceria entre as duas empresas foi assinado nesta terça-feira (4) pelo presidente da Petrobras, Sr. Pedro Parente, e o vice-presidente da CNPC e presidente da PetroChina, Wang Dongjin, em Beijing, capital da China. Saiba mais sobre o assunto AQUI.

Tomara mesmo que essa parceria seja concretizada. É desolador saber que já foram gastos R$ 13 bilhões em um projeto que se encontra atualmente abandonado e com materiais se deteriorando ao tempo.

Curta AQUI a fanpage do Blog do Vagner Rosa para você ficar bem informado sobre os fatos relevantes da política e do cotidiano da Região Leste Fluminense.