DILMA QUER REASSUMIR A PRESIDÊNCIA. OU: QUEM QUER DE VOLTA A GERENTONA INCOMPETENTE?

O então vice e atual presidente Michel Temer e a ex-presidente Dilma Rousseff – Foto: Divulgação

Após o corretor Lúcio Funaro contar em sua delação que o ex-deputado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, teria comprado votos de parlamentares em favor do impeachment de Dilma, a defesa da ex-presidente petista pretende usar o seu depoimento no pedido de anulação do processo que a tirou da Presidência da Republica.

“Entendemos que na defesa da Constituição e do Estado Democrático de direito, o Poder Judiciário não poderá deixar de se pronunciar a respeito, determinando a anulação do impeachment de Dilma Rousseff, por notório desvio de poder e pela ausência de qualquer prova de que tenha praticado crimes de responsabilidade”, afirma o advogado José Eduardo Cardozo.

Já a defesa de Eduardo Cunha afirma que qualquer estudante de direito sabe que delação não comprova nada e desafia o Sr. Lúcio Funaro ou os advogados da ex-presidente Dilma a provarem a compra de um voto sequer.

O curioso disso tudo, caro leitor, é que Dilma sempre desqualificou todas as delações em que o seu nome foi citado. “Eu não respeito delator”, disse a ex-presidente em várias ocasiões. Segundo ela, delatores constroem versões falsas e fantasiosas para conseguir a liberdade e a redução de pena.

E como é que agora ela está acreditando piamente nessa delação do Funaro? Quanta contradição e hipocrisia, não é mesmo?

É uma senhora totalmente sem noção. Se ela sonha em voltar ao cargo, pode esquecer. Ninguém a quer de volta: nem o povo nem o Planalto. E tampouco o Congresso Nacional.

Além do mais, o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tendo conhecimento da tal delação de Funaro, antes de deixar a PGR, no mês passado, emitiu um parecer contrário ao pedido da ex-presidente para anular o impeachment e voltar ao cargo.

“O processo de impeachment foi autorizado e conduzido com base em motivação idônea e suficiente, não havendo falar em ausência de justa causa. Não fosse a prova produzida suficiente, aos olhos dos senadores, muito provavelmente não haveria condenação por tão expressiva maioria (61 de 81 votantes)”, escreveu Janot.

Leia AQUI a íntegra do parecer emitido por Rodrigo Janot.

NA SURREAL PROPAGANDA DO PT, LULA E DILMA SÃO “SANTOS”. E TEMER E A GLOBO SÃO “DEMÔNIOS”

O atual presidente Michel Temer foi escolhido a dedo por Lula para ser vice da ex-presidente Dilma – Foto: Divulgação

Ontem (12/10), no dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, o PT levou ao ar uma propaganda política com a clara intenção de influenciar o telespectador de que vivíamos num paraíso, durante os governos Lula e Dilma, e não sabíamos.

Na surreal propaganda do PT, a atual crise econômica e o desemprego alto são obras exclusivas do presidente Michel Temer. Ou seja, nem Lula nem Dilma tiveram qualquer responsabilidade pela recessão econômica que desempregou mais de 14 milhões de brasileiros.

Segundo a peça publicitária, Lula é perseguido pela Globo e pela Justiça, que não consegue provar nada contra o ex-presidente petista, o qual querem impedi-lo de voltar à Presidência da República.

Resumindo: para o PT, Lula e Dilma são “santos”. Enquanto que Temer, a Globo e a Justiça (Lava Jato) são os verdadeiros demônios que destruíram o paraíso criado por eles.

Detalhe: só esqueceram de dizer que o “demônio” Temer foi escolhido a dedo pelo “santo” Lula para ser vice da “santa” Dilma.

Quanta contradição, não é mesmo? Só rindo muito dessa cômica propaganda petista. rs

PEGOU MAL AS AUSÊNCIAS DO PAPA E DE TEMER À CELEBRAÇÃO PELOS 300 ANOS DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Papa Francisco e presidente Michel Temer – Fotos: Divulgação

Apesar da queda constante do catolicismo no país – conforme mostrada em pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (veja aqui) –, o Brasil ainda é a nação mais católica do mundo.

Portanto, as ausências do chefe maior da Igreja Católica, Papa Francisco, e do presidente da República, Michel Temer (PMDB), à celebração pelos 300 anos de aparição de Nossa Senhora Aparecida podem ser vistas como uma grande desfeita por parte dessas duas autoridades para com a solenidade de homenagem à Padroeira do Brasil.

Mesmo com envio de representantes da Presidência – ministros Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia) e Antônio Imbassahy (Secretaria-Geral) – e do Vaticano – arcebispo dom Giovanni Battista –, pegou muito mal as ausências de Temer e do Papa ao importante evento. Fato!

A DERROTA RETUMBANTE DE EDUARDO PAES EM 2018

Aliança PMDB-PT de 2014 poderá se repetir em 2018 – Foto: Divulgação

Em sua coluna desta terça-feira (10/10), Berenice Seara informa que há uma forte possibilidade de o ex-presidente Lula (PT) e o ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB) fecharem um acordo para as eleições do ano que vem.

A chapa ainda contaria com Lindbergh Farias, que tentará a reeleição para o Senado.

Os planos de Lula é ter um palanque forte no Rio.

Caso essa chapa venha mesmo a ser formada, Eduardo Paes vai se queimar feio ao lado de Lula e Lindbergh.

Se com o seu PMDB (que está super desgastado por conta da crise no Estado), Paes não terá uma campanha fácil, que dirá, então, aliado ao PT, ao lado de Lula e Lindbergh?

A tendência é ele sofrer uma derrota retumbante nas urnas.

ARTISTAS JÁ FALAM EM ‘HUCK PRESIDENTE’

Atriz Maitê Proença ao lado de Eduardo Mufarej, coordenador da aceleradora de formação de novos políticos, em evento sobre renovação política – Fotos: Jorge Araújo/Folha Press e Divulgação

De acordo com a Folha de São Paulo, em evento de lançamento do movimento Renova Brasil – fundo cívico para a renovação política que se propõe a bancar cerca de 150 “bolsistas” interessados em disputar eleições -, realizado nesta sexta-feira (06/10), em São Paulo, a atriz Maitê Proença mostrou-se esperançosa com o projeto, que tem entre seus apoiadores o apresentador Luciano Huck.

“São idealistas, né?”, observou a bela atriz.

Maitê também se simpatiza com uma eventual candidatura presidencial de Luciano Huck:

“Tem todos os traquejos, é honesto, saberia fazer”, afirma a artista.

E vale ressaltar aqui que Maitê não é a única artista entusiasmada com a ideia de ver Huck na Presidência do Brasil. Fontes me informaram que no Projac há também muitos atores animados com uma possível candidatura do apresentador global ao Planalto.

Como se vê, não faltarão cabos eleitorais estrelados para o homem do Caldeirão.

Resta saber se Huck virá mesmo candidato. À conferir.

Fonte: Folha

NEM LULA NEM BOLSONARO: OS PREFERIDOS DOS ELEITORES SÃO BARBOSA E HUCK, DIZ PESQUISA

Joaquim Barbosa e Luciano Huck são os nomes fora da política que estão liderando a preferência dos eleitores – Fotos: Divulgação

De acordo com dados da pesquisa do instituto Ideia Big Data divulgado pela coluna Radar, na última sexta-feira (29/09), Joaquim Barbosa (34%) e Luciano Huck (31%) são os candidatos preferidos dos eleitores para a Presidência do Brasil, nas eleições de 2018.

Embora a liderança dos dois nessa pesquisa esteja relacionada à pergunta referente a nomes fora da política, não deixa ser curioso saber que nem Lula nem Bolsonaro tem encabeçado totalmente a preferência dos eleitores, como algumas pesquisas vem apontando.

O fato é que até outubro de 2018 tem muita água pra rolar debaixo da ponte.

ELOGIO DE LULA A PALOCCI DÁ CREDIBILIDADE AO DEPOIMENTO DO EX-MINISTRO PETISTA

Ex-presidente Lula e seu ex-ministro Palocci – Foto: Reprodução

Foi bombástico e demolidor o depoimento do petista Antônio Palocci ao juiz Sérgio Moro sobre o ex-presidente Luiz Inácio da Silva, na última quarta-feira (06/09). Tanto os políticos quanto os militantes petistas ainda estão zonzos com as revelações devastadoras feitas pelo ex-ministro de Lula e Dilma à Justiça.

E não adianta a militância do PT tentar tentar desqualificar nas redes sociais as palavras de Palocci –  cobrando-lhe provas por meio de documentos, vídeos, áudios e imagens – , pois essa estratégia é totalmente frágil e capenga.

Como é que o ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma poderia imaginar que seria preso pela Lava Jato no futuro?

Mas, caso sua delação seja aceita, com certeza, Palocci deverá apresentar alguns documentos que corroborem com seus relatos. Para o depoimento de quarta-feira passada, não havia necessidade de apresentação de provas.

No entanto, por conta de ele ter sido figura-chave do PT, seu depoimento ganhou ares de tsunami político: não só implodiu a defesa de Lula, como também arrebentou com a candidatura do ex-presidente ao Palácio do Planalto, em 2018. Assista AQUI as revelações devastadoras de Palocci sobre a corrupção nos governos Lula e Dilma.

E, de acordo com as palavras de Lula registradas no vídeo abaixo, em abril deste ano, mesmo tentando mostrar que não há proximidade entre ele e Palocci, o ex-presidente deixa claro que seu ex-ministro da Fazenda é um homem sério e confiável. Sendo assim, a meu ver, não há motivos para desconfiar de seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, não é mesmo? Confira: