COM FALÁCIAS DELIRANTES, ESQUERDA ATACA INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO

Ao lado de Rodrigo Maia e Pezão, presidente Michel Temer assina o decreto de intervenção federal que dá total poder ao general Braga Neto para comandar a segurança do Estado do Rio – Fotos: Divulgação

Assustados, acuados e impotentes diante da terrivel e descontrolada violência que tem dominado o Estado, cariocas e fluminenses receberam com alívio a intervenção federal na segurança do Rio, decretada nesta sexta-feira (16/02) pelo presidente Michel Temer.

Mas como já era de se esperar, políticos e apoiadores da esquerda caquética – adeptos do movimento do quanto pior, melhor – não gostaram nadica dessa medida.

São muitas as bobagens que essa gente está falando por aí. A deputada comunista Jandira Feghali (PcdoB-RJ), por exemplo, disse estar morrendo de medo com a possibilidade de inocentes serem assassinados pela truculência das Forças Armadas.

Em seu blog, o jornalista petista Renato Rovai “explica” na matéria ‘O que significa uma intervenção militar em 10 pontos’,  que qualquer pessoa que ousar criticar a intervenção federal poderá ser presa por “associação ao tráfico de drogas”.

É impressionante como esses esquerdistas são inconsequentes. É por essas e outras que a esquerda está caquética, perdida e sem moral.

E vale ressaltar que o PT e seus partidos satélites também têm responsabilidade por toda essa violência no Rio. Afinal, o PT esteve no poder por 13 anos e meio, ou seja, não fizeram nada para diminuir a criminalidade em nosso Estado e no país.

Extasiados ainda com o desfile da Paraíso do Tuiuti (PT para os íntimos), para os esquerdistas, o culpado por toda essa violência no Rio e no país tem nome e sobrenome: Michel Temer, batizado por eles de “vampirão neoliberal”.

Falácias delirantes esquerdistas à parte, o importante é que algo finalmente será feito contra a violência no Estado. A intervenção federal, de fato, pode ter sido uma medida extrema, mas a grande maioria concorda que foi necessária.

Pergunte para qualquer carioca ou fluminense, que esteja amedrontado com a violência, se não gostou da intervenção?

PEZÃO DESDENHA PESQUISA E DIZ QUE NÃO ESTÁ NEM AÍ PARA OS 81% QUE REPROVAM SEU GOVERNO

Governador Luiz Fernando Pezão – Foto: Divulgação

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada no último sábado (07/10), o governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB) é reprovado por 81% dos fluminenses. E só 3% o aprovam.

Mas o governador diz que não está nem aí para esses números:

“Não ligo para isso, pois não corro atrás de popularidade. Não serei mais candidato, então, não preciso disso. Nem me preocupo”, desdenha.

Ele afirma que só se preocupa em colocar em dia os salários dos funcionários e servidores, até o fim de seu mandato.

Mas independente de ser candidato ou não, o fato é que o governo de Pezão está com cara de que já acabou. Com o Estado mergulhado numa crise financeira sem igual, fracasso total na segurança pública e amargando uma rejeição de 81%, a impressão que temos é que não há mais nada do que esperar dessa gestão.

A não ser que aconteça um milagre, caso contrário, lamentavelmente, só nos resta mesmo assistir esse governo respirar por aparelhos até o dia 31 de dezembro de 2018.

PARABÉNS A TODOS OS POLICIAIS HONESTOS!!!

A Operação Calabar contou com o apoio incondicional da Corregedoria da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ) – Foto: Divulgação

Ao mesmo tempo em que ficamos decepcionados com a corrupção de determinados policiais, como, por exemplo, os 96 do 7º BPM (São Gonçalo) presos nesta quinta-feira sob a acusação de receber propina de traficantes do município, temos que reconhecer que, felizmente, nem tudo está perdido – embora a sensação seja de que o Estado do Rio esteja se transformando num inferno de corrupção.

Quero deixar registrado aqui os meus parabéns aos integrantes da Operação Calabar e a todos os policiais honestos de São Gonçalo e do Estado do Rio que não sucumbiram à tentação do dinheiro fácil oferecido pelos bandidos.

Que esses policiais continuem honrando suas fardas para que assim tenham sempre seus trabalhos reconhecidos pela sociedade. A ação deflagrada nesta quinta-feira foi um belíssimo trabalho de investigação!

Abaixo, o posicionamento da Polícia Militar do Rio de Janeiro sobre a Operação Calabar, publicada na página do Facebook da corporação.

Clique AQUI para curtir a fanpage do Blog do Vagner Rosa

96 POLICIAIS PRESOS EM SÃO GONÇALO. OU: ESTADO DO RIO SE TRANSFORMA NO INFERNO DA CORRUPÇÃO

Sede do 7º BPM (São Gonçalo) – Foto: Pedro Teixeira/Agência O Globo

O mandado de prisão contra 96 policiais do 7º Batalhão da Polícia Militar de São Gonçalo – 49 já foram presos na manhã desta quinta-feira (29) – acusados de receber propina de traficantes do município (saiba mais detalhes aqui), é a constatação, lamentavelmente, de que o Estado do Rio está se transformando num inferno de corrupção.

Ex-governador Sérgio Cabral preso por ter saqueado os cofres públicos, Pezão também sendo acusado por esquemas nada republicanos, entre outros políticos fluminenses envolvidos ou suspeitos em atos corrupção e, agora, a prisão desses policiais – que deveriam proteger a população e não bandidos -, mostram que o nosso estado está vivenciando uma enorme falência ética e moral em todos os sentidos. A corrupção está dominando tudo.

Que Deus tenha misericórdia do Estado do Rio!

Curta AQUI a fanpage do Blog do Vagner Rosa.